METODOLOGIA OSTEOPATIA EBRAFIM

O aprendizado de Osteopatia permite ao estudante entender o processo de formação da doença com base na anatomia, fisiologia, biomecânica e biodinâmica dos tecidos. Este trabalho pode ser utilizado dentro de qualquer uma das áreas da Fisioterapia e tem excelentes resultados na intervenção clínica, muito superiores a qualquer forma de tratamento de Fisioterapia convencional. Para sua aplicação, o estudante depende apenas de seu esforço para compreender e aplicar seus princípios e certa habilidade na execução das técnicas, o que pode ser aprendido por qualquer um após um período de treinamento. O processo de cura não está vinculado a um dispositivo, instrumento, ou qualquer tipo de acessório, mas a capacidade de recuperação de cada organismo e o papel do Osteopata é ajudar o paciente a encontrar este caminho.

OSTEOPATIA ESTRUTURAL

Nesta etapa de formação o aluno participará de seminários, onde serão apresentados conceitos básicos da Osteopatia, anatomia aplicada, biomecânica articular aplicada, disfunções osteopáticas, técnicas de avaliação e tratamento para cada disfunção, desde a coluna cervical alta até todas as articulações do pé. Ainda nesta etapa estão incluídos seminários sobre mobilização articular de Maitland, Mobilização Combinada, Neurodinâmica, Reeducação Postural Global, Imaginologia e Raciocínio Clínico.

OSTEOPATIA VISCERAL E CRANIANA

Nesta etapa da formação o aluno poderá relacionar todas as condições patológicas do sistema estrutural, com a função e disfunções dos sistemas viscerais, articulações do crânio, articulação temporomandibular, plexos nervosos e neuromeninge. Poderá também conhecer conceitos que explicam de acordo com um modelo biológico, como cada tipo de conflito emocional que vivemos influencia nossas células, tecidos e nosso Sistema Nervoso Autônomo, de acordo com as 5 Leis de Hamer, proposto pela Nova Medicina Germânica. Todos os conceitos estudados levam em consideração a evolução do homem, da sociedade e a relação de cada pessoa com seu ambiente, permitindo a construção de uma nova hipótese de diagnóstico para qualquer tipo de doença, desde o câncer até qualquer tipo de tendinite. 

OSTEOPATIA COMPLEMENTAR

Durante a Formação complemtar o aluno terá oportunidade de estudar técnicas e sistemas mais específicos dentro da Osteopatia, como as manipulações vasculares, de nervos periféricos, técnicas aplicas aos olhos, língua, nariz, ouvidos, sistemas mais aprofundados de avaliação e tratamento das disfunções somatoemocionais e osteopatia aplicada a pediatria.    

SISTEMA DE ENSINO

1 - Equipe qualificada de professores com experiência clínica e acadêmica.

2 - Materiais didáticos incluindo apostilas e vídeos de cada uma das técnicas ministradas em aula.

3 – Resolução de Casos Clínicos em aula para melhor entendimento das cadeias lesionais.

4 - Material de apoio para estudo complementar em plataforma EaD.

ATIVIDADES DE EXTENSÃO

1 – Acompanhamento de atendimentos pelos professores por prontuário digital.

2 – Documentação em sistema de horas de estudos complementares e atendimentos Clínicos em Osteopatia. 

3 – Estágio Supervisionado por Professores (voluntário) em diferentes cidades do Brasil.

4 – Estágio de observação agendado, na Clínica Escola EBRAFIM. 

PESQUISA

Por entender que a pesquisa faz parte dos pilares que sustentam o ensino de qualquer ciência, oferecemos aos nossos alunos condições de incentivo e apoio nesta área.

1-  Em nossa grade oferecemos um módulo sobre a prática baseada em evidências, onde o aluno terá a oportunidade de utilizar a pesquisa, para potencializar algumas de suas decisões no tratamento clínico.

2 - Criamos a Revista Brasileira de Fisioterapia Manipulativa (www.rbfm.net.br) e os trabalhos de Conclusão de curso poderão ser submetidos à nossa revista para publicação. 

APOIO DA ABRAFIM - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FISIOTERAPIA MANIPULATIVA

São objetivos da ABRAFIM (www.abrafim.com.br):

1. Reunir profissionais Fisioterapeutas que trabalham com técnicas Manipulativas e discutir métodos e formas de atuação profissional que valorizem a importância desta especialidade associada à formação em Fisioterapia;

2. Debater problemas políticos sociais desta classe;

3. Discutir políticas de saúde em Fisioterapia Manipulativa nos Estados e Municípios;

4. Defender e zelar pelos interesses profissionais e trabalhar pelo aperfeiçoamento e aprimoramento profissional dos Associados;

5. Promover o desenvolvimento técnico e científico da Fisioterapia Manipulativa e valorizar o aperfeiçoamento desta formação pelos Fisioterapeutas;

6. Orientar o público sobre os benefícios da procura da Fisioterapia Manipulativa por um Fisioterapeuta;

Todos os alunos da EBRAFIM serão convidados a compor o quadro de Associados da ABRAFIM. 

CERTIFICAÇÃO

1 - Os alunos que cumprirem todos os requisitos necessários em relação ao aproveitamento de frequência e avaliações serão certificados como: 

2 - Certificado de Formação em Osteopatia e Fisioterapia Manipulativa * (pode ser aproveitado com curso de especialização lato sensu).

3 - Durante toda a formação o aluno poderá realizar estágios supervisionados nas cidades onde este serviço vem sendo oferecido e esta atifvidade será certificada a parte da Formação (Para concorrer a prova de especialidade do COFFITO são necessárias 500 horas de estágio, conforme o edital a partir de 2017).  

*Para concorrer a prova de especialidade do COFFITO será obrigatória a conclusão do terceiro ano de estudos, formação complementar em Osteopatia. Somente com esta complementação o aluno terá atigido a carga horária de 1.000 horas (esta exigencia para a prova do coffito entrou em vigor no edital de 2017).

FIDELIZAÇÃO EBRAFIM

1 – Nossos podem refazer os módulos perdidos sem custos, desde que haja vagas disponíveis na turma de interesse. 

2 – Nossos alunos tem condições especiais de pagamento, para os nossos cursos de formação complementar.

3 – O aluno não perde o acesso ao nossos sistema de estudos e prontuários, mesmo após sua formação.

Grade Curricular
01 - OSTEOPATIA ESTRUTURAL
01 - Introdução e Osteopatia na Coluna Lombar
02 - Osteopatia na Caixa Torácica (Vértebras torácicas e Costelas)
03 - Osteopatia na Coluna Cervical
04 - Osteopatia na Pelve (Ilíaco)
05 - Osteopatia na Pelve (Sacro)
06 - Osteopatia nas Vértebras de transição e Diafragma
07 - Osteopatia nos Membros Inferiores
08 - Osteopatia nos Membros Superiores
09 - Mobilização Articular em Osteopatia
10 - Mobilização Neural em Osteopatia
11 - Exercícios complementares de correção Osteopática
12 - Imaginologia e Raciocínio Clínico em Osteopatia
13 - Osteopatia Científica e metodologia de pesquisa
02 - OSTEOPATIA VISCERAL
01 - Visceral - Tórax, Garganta e Ausculta
02 - Visceral - Abdôme I
03 - Visceral - Abdôme II
04 - Visceral - Pelve
03 - OSTEOPATIA CRANIANA
01 - Crânio - Ausculta e Plexos
02 - Crânio - Ossos do Crânio
03 - Crânio - Neuromeninge
04 - Crânio - Orofacial
05 - Osteopatia nas Disfunções Temporomandibulares
06 - Osteopatia no Sistema Nervoso Autônomo
07 - Osteopatia Psicobiológica
04 - FORMAÇÃO COMPLEMENTAR EM OSTEOPATIA*
01 - Liberação somatoemocional em Osteopatia
02 - Osteopatia Psicobiológica Avançada
03 - Osteopatia Pediátrica
04 - Manipulação Vascular
05 - Manipulação do sistema nervoso periférico
06 - Manipulação dos nervos cranianos
07 - Osteopatia Sensorial
08 - Raciocínio Osteopático e atendimentos clínicos
*Curso restrito a alunos com Formação Completa em Osteopatia
05 - CURSOS COMPLEMENTARES**
01 - Formação Internacional em Medicina Psicobiológica
02 - Physical Taping (Bandagens Elásticas)
03 - Mobilização Articular Combinada
04 - Crochetagem Miofascial
05 - Dry Needling
06 - Formação Completa em Pilates
**Formação livre. Não é Obrigatória para Osteopatia

 

 

Desenvolvido por: Agência Digital, publicidade e propaganda de Presidente Prudente.
Todos os direitos reservados.